domingo, 3 de julho de 2016

Porque Sou Mulher....

Olá Meninas!!




Tudo bem? Eu sei que já tem um tempinho que não falo de cabelo. Mas não é muito a minha vibe esses dias... Eu ando muito pensativa, sabe? Aliás, acho que o Brasil inteiro tem ficado pensativo ultimamente.... São tantas coisas acontecendo.
De repente temas como violência, politica, religião, homossexualismo, feminismo e outros temas polêmicos, viraram assuntos comuns em simples conversas entre amigos. E principalmente no Brasil, um país com tantas misturas, essas discussões acabam gerando opiniões exaltadas que costumamos chamar de discurso de ódio! E não é sobre ser contra qualquer movimento, é sobre não aceitar opiniões diferentes. Eu sei que é um discurso clichê, mas não existe verdade absoluta. O que você aceita como verdade é proveniente das coisas que foram ditas a você ao longo da sua vida. Não cabe a ninguém julgar as ideias de outros. O outro não ouviu tudo da forma como você ouviu, não viu as mesmas coisa, não viveu da mesma forma. Se você considera algo errado, não faça. Mas não julgue quem faz, porque você nunca vai saber o que levou o outro a tomar certas decisões.
Acho que um pouco mais de respeito pela liberdade do outro faria toda a diferença. Estamos tão acostumadas a ter que fazer algo, que não aprendemos a querer fazer,,, O mundo tem andado assim. "Você é mulher então tem que..." E vocês vão dizer: "Lá vem ela falar de feminismo novamente". Mas eu vou falar assim mesmo. Todas essas discussões que estão surgindo acabam por dividir as pessoas. O feminismo, que nasceu para aumentar a liberdade das mulheres, tem dividido ainda mais as mulheres. Hoje as mulheres se dividem entre as feministas e as que odeiam o feminismo. De um lado gritam: "Você não deve fazer nada...". Do outro defendem: "Preciso lavar, passar, cozinhar, cuidar dos filhos...". Mas... Quem disse que essas duas opiniões são tão diferentes assim?!
Eu vejo muitos motivos pelos quais eu devo cuidar da casa. Ser mulher não está entre eles. Existem muitas razões pelas devo educar os meus filhos e dedicar meu tempo e atenção a eles. Ser mulher não está entre elas. Muitos motivos para casar, construir uma família, cuidar do lar. Mas ser mulher definitivamente não motivo para ter que fazer isso. Ser feminista, ser homossexual, ser muçulmano, não é querer acabar com a família tradicional. É apenas ser diferente. Por mais que eu não concorde com as opiniões diferentes, não cabe a mim julgar.
Talvez tenham dito a você que homossexualismo é pecado. Mas ao homossexual foi ensinado diferente. Não julgue.
Disseram para você que o seu Deus é o único e verdadeiro deus. Às outras culturas foi ensinado diferente. Não julgue.
Você acredita que deve cuidar da casa, do marido, dos filhos. As mulheres que preferiram não fazer assim pensam diferente. Não julgue.
É simples. Não julgue. Se você pudesse viver a vida do outro talvez pudesse compreender suas escolhas. Já que não pode. Não julgue.

Sem mais delongas, vou ficando por aqui...
Beijos Leh