domingo, 3 de abril de 2016

Como Lavar os Cabelos Cacheados

Olá cacheadas!

Nem deu tempo de sentir saudades, né? Assim que eu gosto!
Hoje eu tô aqui pra falar de algo que é essencial quando se trata de cabelo. A lavagem! A higienização correta dos fios é essencial para mantê-los saudáveis. Sejam eles, lisos, cacheados, crespos, alisados ou qualquer outra variação. Para cabelos cacheados esses cuidados refletem muito no comportamento dos cachos no day after. Então vamos direto ao ponto. Quais são esses cuidados?

1.     Temperatura da Água:

É essencial para a saúde dos fios que o cabelo seja lavado em água fria. Se vocês, assim como eu, não conseguem tomar banho de água fria evitem lavar os cabelos no banho, usem uma touca de banho para evitar que o contato dos fios com a água quente. Essa mudança de hábitos já reduz o frizz miraculosamente!

2.     Frequência:

O cabelo cacheado/crespo é mais ressecado, portanto não pode ser lavado todos os dias. O ideal é higienizar em dias alternados com um shampoo de limpeza suave. Como eu estou seguindo o cronograma, eu lavo três vezes por semana. Normalmente às segundas, quartas e sábados. Isso ajuda a preservar a oleosidade natural do couro cabeludo.

3.    Shampoo Anti-Resíduos

Ideal para retirar o excesso de produtos que todo cabelo cacheado precisa. Pode ser usado de 15 em 15 dias, com cuidado e sem excessos para evitar o ressecamento.

4.    Massagem

A forma como se aplica o shampoo também interfere muito no comportamento do cabelo pós lavagem. Não se deve esfregar o couro cabeludo, e nem utilizar as unhas. O correto é fazer movimentos circulares com as pontas dos dedos, como se fosse uma massagem. Isso ajuda a estimular o bulbo, e pode dar um impulso no crescimento do fio.

5.    Diluir o Shampoo

O excesso de shampoo prejudica o cabelo, principalmente os cacheados/crespos. Por isso diluir o shampoo em água é essencial. Isso ajuda a evitar a concentração de shampoo. A quantidade de shampoo ideal é mais ou menos uma moeda de 1 real. Dá pra misturar com a mesma quantidade de água em um copinho descartável e diluir bem antes de aplicar.

6.    Low Poo

Esse termo pode ser traduzido como “pouco shampoo”. A prática defende a utilização de produtos leves, sem sulfato, que não agridem a fibra capilar. Dessa forma o cabelo é higienizado sem tirar a oleosidade natural do couro cabeludo. A técnica também defende o uso de produtos livre de petrolatos. (Parafina líquida, óleo mineral, vaselina, entre outros). Esses produtos acabam deixando o cabelo pesado e prejudicam a saúde do fio.

7.    No Poo

Essa prática abole o uso do shampoo. Mesmo os de limpeza mais leve. Além de proibir também o uso de outros produtos (máscara, leave-in, condicionador, etc...) que contenham silicones insolúveis, que não podem ser retirados do cabelo sem a utilização do shampoo.

8.    Co-Wash

Lavagem com condicionador! Essa técnica é a queridinha entre os praticantes de No Poo, mas pode ser utilizado por qualquer pessoa, para evitar lavar os cabelos todos os dias. É importante lembrar que nem todos os condicionadores são indicados para o co-wash, o produto precisa ser livre de petrolatos e silicones insolúveis. O Yamasterol é um dos queridinhos dos praticantes dessa técnica.

9.    Pré Poo

Consiste na aplicação de condicionador antes da higienização. Isso faz com que o shampoo atinja apenas a camada mais superficial do cabelo, retirando o excesso de produtos, mas mantendo a hidratação no interior da fibra capilar. A umectação, é um exemplo de técnica pré poo.

10. Secagem

Secar o cabelo com toalhas comuns pode favorecer o frizz. O ideal é o uso de toalhas de microfibras ou camisetas de algodão. Para secar com o secador é importante usar um difusor.

E é isso lindonas! Espero ter ajudado.

Até breve!

Leh