domingo, 6 de março de 2016

Ser diferente é normal!

O assunto de hoje não é um assunto fácil. Eu estou aqui para falar de preconceito! Esse é um tema sempre muito difícil de abordar. Tem gente que prefere nem falar sobre isso. Tem gente que acha que um comentário sem maldade não vai ofender ninguém. Tem cacheadas que preferem não escutar a opinião dos outros. E tudo bem, se você não se importa, mas não ouça calada. Não aceite. Onde está a sua voz? A minha opinião não é a única que importa, eu preciso ser aceita sim. Eu preciso me encaixar em algum lugar. O que está errado é eu tentar me tornar igual aos outros para me encaixar. Eu preciso falar.
Preciso falar que o meu cabelo cacheado não é moda, esse é o meu cabelo. Meu cabelo não é duro, não é ruim, não está revoltado. Ele não faz mal a ninguém, e eu gosto dele assim. Meu cabelo é diferente, mas porque eu tenho que ser igual? Se o meu cabelo não foi penteado? Não, não foi. Você pode precisar pentear seu cabelo todos os dias, mas o meu cabelo não é igual ao seu. A minha maneira de cuidar do cabelo é diferente da sua, mas isso não quer dizer que ele está mal cuidado. Eu cuido do meu cabelo sim. Faço hidratação, nutrição, reconstrução. Talvez você nem mesmo saiba o que é isso. Essa é a minha maneira de cuidar do meu cabelo. Eu protejo ele do sol, do vento, da chuva, da piscina, do mar. Talvez o meu cabelo não te agrade, mas ele é parte de mim. Talvez algo em você também não me agrade.

Tente entender as diferenças entre nós. Se eu não posso jogar água no seu cabelo porque vai estragar a chapinha, não passe a mão no meu cabelo. Vai atrapalhar os cachos. Se tem algo em mim que te incomoda, fale, mas ouça também o que tenho para dizer. Se você acha que para um cabelo cacheado ser bonito ele tem que ser igual ao de alguém que você admira, esqueça isso. Existem milhares de variações de cabelo. O seu cabelo não acorda do mesmo jeito todos os dias. Antes de fazer um comentário sobre alguém que é diferente de você, primeiro pense se ela gostaria de ouvir. Se a resposta for não. Guarde sua opinião para você. E pela última vez, entenda, ninguém é igual a ninguém, deixe que eu me sinta bem da maneira como eu sou.




"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho nos olhos haverá guerra." - Bob Marley